top of page

Como utilizar corretamente o sistema de iluminação do veículo


As luzes do veiculo têm um papel fundamental para a segurança de quem vive no trânsito, servindo tanto para sinalizar quanto para contribuir com a visibilidade. Por isso, a Lumileds, líder na fabricação de lâmpadas automotivas Philips, explica sobre como, quando e em quais situações cada equipamento do sistema de iluminação deve ser acionado.


FAROL DE NEBLINA – Situado abaixo dos faróis principais, na parte inferior e dianteira do veículo, o farol de neblina deve ser usado em casos de neblina, tempestades e nevascas. Com projeção de luz mais próxima ao solo, ele alcança pouca distância, pois o objetivo é iluminar num nível mais baixo que o farol principal. Por isso, não deve substituir o farol baixo e também não ofusca a visão de quem trafega em sentido contrário, além de iluminar com eficiência o acostamento e a faixa central da via.


FAROL DE MILHA – Também conhecido como farol de longo alcance, o farol de milha serve para aumentar a visibilidade em grandes distâncias e deve utilizado sempre à noite em estradas e/ou ruas sem iluminação, não podendo ser acionado se houver fluxo à frente ou no sentido contrário, pois ofusca a visão. A não correta utilização do farol de milha pode acarretar em multa e pontos na Carteira Nacional de Habilitação.


LANTERNA DE NEBLINA – Localizada na traseira, a lanterna de neblina tem a função de deixar o veículo mais visível em condições climáticas como neblina, tempestades ou quando a visibilidade estiver comprometida, seja de dia seja de noite. Mas seu acionamento indevido atrapalha a visão de quem segue atrás.


PISCA-ALERTA – Esta luz intermitente deve ser utilizada para sinalizar que o veículo está parado na via ou em situações de emergência, tipo uma ocorrência de perigo, uma situação crítica, um incidente ou um imprevisto, segundo o Código Brasileiro de Trânsito.


PISCAS – É a luz do veículo que indica a todos – motoristas e pedestres – sobre a intenção do condutor em entrar à direita ou à esquerda. A seta também deve ser acionada se houver mudança de faixa, pra indicar se o objetivo é estacionar numa vaga e pra pedir passagem na estrada, na faixa da esquerda. Não acionar o sistema acarreta em multa e pontuação na CNH.


PHILIPS – Líder no desenvolvimento de tecnologias no que refere a iluminação automotiva, a Philips oferece a linha Led em substituição às halógenas. Para os faróis principais e de neblina, ela entrega o máximo de luminosidade: 160% mais se comparada com as convencionais. Com temperatura de cor de até 6.200 K, a luz é mais branca que a dos faróis de xênon e a durabilidade (até 8 anos) se une ao baixíssimo consumo de energia – diferente da halógena, que sofre desgaste do filamento, reduzindo gradualmente sua eficiência com o tempo. Vale acrescentar que pra instalar não é preciso qualquer modificação no veículo e/ou adaptação elétrica, servindo inclusive para piscas, freio, ré, neblina, placa e luz interna. A gama traz colorações âmbar, vermelho e branco.

37 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page